quinta-feira, 19 de julho de 2012

Não sou uma marionete (Mensagem aos "evangélicos")

Eu não sou uma marionete, seja de Deus, seja do tal "maligno".

Sou um homem livre, e sigo a minha ética.

Faço os meus planos, sem um "senhor" que me diga o que fazer. Não me curvo perante nenhum "rei".

Não tenho vícios, não tenho neuras. Porque eu não me preocupo se tem "alguém" vendo o que eu faço ou não.

Também deixei de ser hipócrita e parecer bonzinho com quem não merece minha consideração.

Não tenho medo de um ente vingador, e rio daqueles que profetizam o fim do mundo uma vez a cada cinco ou dez anos... E adivinhe só, o fim do mundo nunca chega.

Se Deus existe, nós somos nada mais que poeira, e portanto, insignificantes para ele, que continua sua criação em algum ponto do Universo. E, em vez de pedirmos ajuda o tempo inteiro, temos que nos virar conosco mesmos.

Deixar a responsabilidade de tudo para Deus é assinar o seu atestado de incapacidade absoluta e irresponsabilidade generalizada. Vosso pastor diz algo, vira lei. São incapazes de questionar, discordar, investigar. E assim, são periodicamente tosqueados, como as ovelhas dóceis que são.

A vida de vocês está nas "mãos" de Deus ou de um sacerdote que se diz representante de Deus na Terra. A MINHA vida está unicamente nas MINHAS mãos. Por isso, eu sou independente, e vou para onde quero.

Não preciso que os outros me digam o que fazer, não culpo ninguém pelos meus tombos, mas não preciso agradecer a ninguém pelos meus êxitos. Eu sou responsável pela minha vida.

Quando crianças, nos enchem de estorinhas, mitos e mentiras, para nos iludir acerca das coisas do mundo,e muitos de vocês carregam essas estorinhas até a morte.

O conforto da fé é a alegria da ovelha, que só conhece os limites do pasto e não sabe que, um dia, acabará no matadouro. É a resignação do cego que não quer abrir os olhos e encarar o mundo lá fora. A fé de nada adianta. Duas mãos trabalhando fazem muito mais do que mil mãos em oração.

E assim como os Deuses Antigos cairam em descrédito, pelo "despertar" de seus ex-praticantes, os "Deuses Modernos" também cairão pelo mesmo motivo.

A Mitologia de hoje era a Religião de ontem. E a Religião de hoje será a Mitologia de amanhã.

Sejam Livres, ou fiquem com vosso "Deus".

Nenhum comentário:

Postar um comentário